Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Sandra Oh revela planos originais para o fim da série

 Sandra Oh revela planos originais para o fim da série


A atriz Sandra Oh revelou o final inicial planejado para a série “Killing Eve”, e ainda contou a reação de Jodie Comer com os acontecimentos do último episódio da série.

Este texto contém spoilers do último episódio de “Killing Eve”.

publicidade

spoiler alert
Imagem: Shutterstock

O drama/comédia “Killing Eve” teve um final que dividiu opiniões e não agradou boa parte do público em sua quarta e última temporada.

Ao final da série, Villanelle, vivida por Jodie Comer, acabou sendo assassinada por um atirador. Isso aconteceu logo quando as coisas pareciam se encaminhar para um final feliz para ela e Eve, que finalmente haviam se entregado aos sentimentos que nutriam uma pela outra. A ausência de um final feliz para o casal não agradou muita gente, principalmente pela forma abrupta como tudo se deu.

Os fãs de “Killing Eve” reclamaram bastante nas redes sociais, afirmando que o final da série deveria ter tomado outro rumo. O pedido de um final feliz para o casal inclusive está alinhado aos livros de Luke Jennings, em que a série se baseou. Mas, de acordo com Sandra Oh, que viveu a protagonista Eve Polastri, os planos para a série nunca incluíram um final feliz para Eve e Villanelle.

killing eve final
Eve (Sandra Oh) e Villanelle (Jodie Comer), de “Killing Eve”. Divulgação/BBC

Em entrevista à Deadline, Oh recordou as conversas iniciais com a roteirista da quarta temporada. “Eu estava tipo, ‘Você deveria matar minha personagem.’ Achei que seria o final mais forte e interessante, e senti, emocionalmente, que era o lugar certo onde eu estava. Eve estava começando a entrar em um lugar niilista, e nós ficamos tipo, ‘Vamos continuar essa linha e ir direto para ela’.”

No entanto, os atrasos causados pela pandemia da Covid-19 deram mais tempo para Laura Neal, a roteirista da quarta temporada de “Killing Eve”, refletir sobre as cenas finais da série, e ela então decidiu que faria mais sentido que Villanelle morresse em vez de Eve.

“Eles vieram até mim e disseram: ‘Não podemos fazer isso. Precisamos mudar… Eve precisa viver’”, recordou Oh. “Eve é o caminho para este mundo. Ela é nossa mulher comum. Então é meio deprimente se ela morrer. Então nós invertemos isso.” Além disso, Oh afirmou que a atriz Jodie Comer “estava muito a bordo” da decisão de matar sua personagem em “Killing Eve”.

Leia mais!

No entanto, apesar das atrizes e roteiristas concordarem com o final da série, o autor dos livros em que ela se baseou foi muito contrário a tudo isso. Ele deu declarações afirmando que o final da série “se curvou às convenções” e “puniu” o casal Villanelle e Eve “pelo caos sangrento e eroticamente impelido que elas causaram”. Além disso, Jennings afirmou que seria “muito mais sombriamente satisfatório e verdadeiro ao espírito original de ‘Killing Eve’,” se as duas tivessem “caminhado para o pôr-do-sol juntas.”

A quarta e última temporada de “Killing Eve” ainda não chegou ao Brasil.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal! 





FONTE: OLHAR DIGITAL