Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Exército diz que transportadora de Maringá que teve armas roubadas não tinha autorização para ter os equipamentos | Norte e Noroeste

 Exército diz que transportadora de Maringá que teve armas roubadas não tinha autorização para ter os equipamentos | Norte e Noroeste


Em nota, o Exército disse que a empresa não tinha autorização para armazenar ou transportar produtos controlados pelas Forças Armadas, que é o caso das armas.

A nota afirma, ainda, que a apuração deste caso será conduzida pelas autoridades policiais, e que o Exército vai colaborar no que for preciso.

Desde o assalto, a empresa não emitiu nenhuma posição sobre o caso.

Segundo a polícia, suspeitos sabiam exatamente onde armas estavam — Foto: RPC Maringá

O assalto a empresa, na segunda-feira (3), foi registrado por câmeras de segurança, que mostraram toda a ação dos bandidos. Eles entraram na empresa, renderam e amarraram dois funcionários, e depois carregaram o armamento com ajuda de carrinhos.

Há cerca de um ano, o mesmo estabelecimento também foi sido roubado. Pistolas e munições foram levadas. Na época, duas pessoas foram presas e outras quatro respondem em liberdade por envolvimento no crime.

Frente ao novo caso, a polícia investiga se os dois crimes têm relação.

As câmeras de segurança do local registraram toda a ação, que durou cerca de vinte minutos. Os suspeitos usaram carrinhos para retirar todas as armas. Segundo a polícia, foram levadas entre 40 e 50 armas – pistolas e escopetas.

A polícia apurou que os bandidos tinham informações privilegiadas da empresa porque sabiam exatamente onde as armas estavam.

As câmeras que ficam do lado de fora da transportadora gravaram a entrada e saída dos criminosos.

Nesta quarta-feira (25), a polícia encontrou um carro igual ao usado pelos suspeitos na área rural de Maringá. O veículo estava abandonado e queimado.

VÍDEOS: os mais assistidos do g1 PR



Fonte G1

AllEscortAllEscort