Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Ministério da Justiça e PRF abrem investigações sobre morte de homem trancado com gás em viatura

 Ministério da Justiça e PRF abrem investigações sobre morte de homem trancado com gás em viatura


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, disse nesta quinta-feira, 26, ter determinado a abertura de investigações pelas Polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF) sobre o assassinato de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, por agentes rodoviários em uma câmara de gás improvisada. O caso provocou consternação nacional após circularem as imagens do homem preso no porta-malas de uma viatura da PRF tomado por gás lacrimogêneo lançado por policiais na cidade de Umbaúba, no sul de Sergipe. A vítima morreu asfixiada e, segundo familiares, sofria de esquizofrenia.

Em publicação no Twitter, Torres escreveu que o objetivo do Ministério da Justiça é “esclarecer o episódio com a brevidade que o caso requer”. A PRF informou em nota à imprensa que “está comprometida com apuração inequívoca das circunstâncias relativas à ocrrência”. A Corporação, contudo, não explicou se os policiais envolvidos no homicídio foram afastados das atividades.




Gás foi lançado dentro de porta-malas de viatura enquanto homem estava detido no local

Gás foi lançado dentro de porta-malas de viatura enquanto homem estava detido no local

Foto: REPRODUCAO / TWITTER @ErikakHilton / Estadão

“A PRF instaurou processo disciplinar para elucidar os fatos e os agentes envolvidos foram afastados das atividades de policiamento”, diz a nota. “A instituição reforça seu compromisso com a transparência e isenção, valores que sempre pautaram sua atuação em 93 anos de história”, finaliza a PRF.

Os agentes envolvidos na ocorrência alegam que a vítima resistiu à abordagem e precisou ser contida com armas não letais. Nos vídeos que circulam na internet com o registro do ocorrido, os agentes rodoviários aparecem pressionando a perna de Genivaldo contra o porta-malas, a essa altura tomado por fumaça. É possível ouvir os gritos da vítima, enquanto cidadãos que filmam o caso dizem que a ação levaria a morte do homem.

Um sobrinho de Genivaldo contou que o tio foi abordado quando pilotava uma motocicleta. Ele transitava de moto pela BR-101, na área urbana de Umbaúba, quando foi parado pelos policiais rodoviários federais. De acordo com testemunhas e imagens divulgadas em redes sociais, Genivaldo obedeceu a ordem de parada, colocou as mãos sobre a cabeça e foi revistado.

Quando os policiais o questionaram sobre cartelas de comprimidos encontrados em seu bolso, ele esboçou uma reação. Os policiais usaram spray de pimenta para derrubar e imobilizar o homem. Um dos agentes chegou a colocar o joelho em seu pescoço. Em seguida, ele foi amarrado e colocado no porta-malas do camburão.

Genivaldo foi levado para a delegacia da Polícia Civil, onde foi constatado que a vítima estava desacordada. Ele ainda foi levado ao Hospital José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito. O corpo foi levado para perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Aracaju.



Fonte: Terra

AllEscortAllEscort