Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

NASA divulga “playlist” do rover Perseverance

 NASA divulga “playlist” do rover Perseverance


Ao longo de seus mais de 15 meses de operação em Marte, o rover Perseverance, da NASA, tem gravado diversos sons ambientais do planeta. A equipe responsável pelo equipamento selecionou algumas dessas gravações e montou uma “playlist marciana” com cinco horas de duração.

Alguns trechos podem ser ouvidos neste link, que traz uma pequena mas suficiente amostra da trilha sonora local. 

publicidade

Sons coletados pelo rover Perseverance durante um ano de missão em Marte foram organizados em uma “playlist” pela NASA. Imagem: Merlin74/Shutterstock

Pode-se notar que Marte é um planeta muito silencioso. Na verdade, os poucos ruídos marcianos naturais, como o vento, são cerca de 20 decibéis mais silenciosos do que os mesmos ruídos na Terra.

“É tão silencioso que, em algum momento, pensamos que o microfone estava quebrado!” disse Baptiste Chide, cientista pós-doutorando do Laboratório Nacional de Los Alamos que está trabalhando com as gravações e apresentou os resultados da pesquisa na 182ª reunião da Sociedade Acústica da América em Denver, capital do estado norte-americano do Colorado, na quarta-feira (25).

Apesar do material audível limitado para trabalhar, os cientistas estão fazendo diversas descobertas. Eles determinaram, por exemplo, que o vento marciano tem extrema variabilidade, mudando abruptamente de uma brisa suave para rajadas violentas.

Leia mais:

Usando faíscas de laser cronometradas emitidas pelo rover, a equipe estudou a dispersão sonora em Marte, confirmando que sons agudos viajam mais rápido do que os graves – algo extremamente incomum.

“Marte é o único lugar no sistema solar onde isso acontece na largura de banda audível por causa das propriedades únicas da molécula de dióxido de carbono que compõe a atmosfera”, disse Chide.

Segundo os pesquisadores, o dióxido de carbono na atmosfera de Marte também desempenha um papel na sazonalidade do som. À medida que a molécula congela nos polos marcianos durante o inverno, a atmosfera se torna menos densa, de modo que o volume de som varia cerca de 20% entre as estações marcianas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!





FONTE: OLHAR DIGITAL

AllEscortAllEscort