Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Dono da primeira F-150 Lightning, na verdade, queria um Tesla Cybertruck

 Dono da primeira F-150 Lightning, na verdade, queria um Tesla Cybertruck


A entrega das primeiras unidades encomendadas da Ford F-150 Lightning, a picape elétrica da montadora mais antiga do mundo, foi iniciada nesta semana. O primeiro a receber o carro foi Nicholas Schmidt, um residente da cidade rural de Standish, no estado de Michigan, que usará o carro para ajudar em suas tarefas do dia-a-dia.

De acordo com Schmidt, a picape terá que fazer trabalho pesado, transportando lenha, puxando trailers e levando cargas de milho de um lugar para outro. Porém, quase que esse papel na fazenda de Nicholas Schmidt não fica a cargo de uma F-150 Lightning, mas de outra picape elétrica, o Tesla Cybertruck.

publicidade

Preferência por quem chegar primeiro

página do site da Tesla antes da atualização
Agricultor chegou a fazer reserva de US$ 100 mil por um Tesla Cybertruck – Reprodução/Electrek.co

Em entrevista à Bloomberg, Schimidt disse que o plano era comprar a picape elétrica que chegasse primeiro ao mercado. Para isso, ele fez uma reserva de US$ 100 mil (cerca de R$ 473 mil, na cotação atual) para um Tesla Cybertruck. Porém, os sucessivos adiamentos da picape da montadora de Elon Musk fizeram o agricultor perder a paciência.

“Quando comprei o Tesla há alguns anos, minha família estava realmente apreensiva, como agricultores, simplesmente não comprando”, disse ele à Bloomberg . “Então, quando surgiram picapes elétricas, eu disse: ‘o que vier primeiro, eu compro’.”, completou o agricultor.

Leia mais:

Como o lote da picape da Tesla, que chegaria ao mercado ano passado, atrasou e ficou bem para trás da F-150 Lightning, a picape da Ford se tornou a primeira opção para Schimidt. Entusiasta dos carros elétricos, o agricultor já é dono de um Tesla Model 3, que claramente não é um carro apropriado para o trabalho no campo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!





FONTE: OLHAR DIGITAL