Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Conheça Federico ‘Fico’ Gutiérrez, candidato de direita à presidência da Colômbia | Mundo

 Conheça Federico ‘Fico’ Gutiérrez, candidato de direita à presidência da Colômbia | Mundo


Federico “Fico” Gutiérrez é o candidato da direita conservadora mais bem cotado para as eleições presidenciais de 29 de maio na Colômbia. Ele é apoiado pelo ex-presidente Álvaro Uribe, eleito duas vezes entre 2002 e 2010.

Após a formação de uma coalizão dos partidos de mesma linha política, Fico ganhou as eleições internas e irá representar a união denominada “Equipe pela Colômbia“.

Candidato a presidência da Colômbia, Fico Gutiérrez, durante discurso em Cucutá — Foto: SCHNEYDER MENDOZA / AFP

Entre os principais elementos dos seus discursos está a “manutenção da democracia e da liberdade”. Em diversos momentos da campanha atacou seu rival Gustavo Petro, da esquerda, o chamando de populista e autoritário.

Aprovação alta em Medellín

Janeiro de 2017. Três motociclistas assaltam um veículo em Medellín, a segunda maior cidade do país. Seu então prefeito, Fico, empreende uma perseguição para capturá-los enquanto publica o passo a passo nas redes sociais.

“A única opção é pegar esses três covardes”, alerta Gutiérrez.

No dia seguinte, informa o resultado: “Depois de mais de 20 horas de operações, capturamos [os] responsáveis”.

A cena se repetiu ao longo de seu mandato (2016-2019) com perseguições de criminosos, prisões e publicidade.

Com uma aparência descontraída, jeans, sapatos casuais, cabelo até a nuca e fala coloquial, o engenheiro civil de 47 anos se apresenta como o candidato do “povo”.

Todas as pesquisas o apontam em segundo nas intenções de voto para as eleições presidenciais de 29 de maio, atrás do senador e ex-guerrilheiro Gustavo Petro.

Durante seu período como prefeito da cidade de Medellín, Fico teve bastante destaque por ter uma rejeição baixa. Ao término de seu mandato a taxa de aprovação era de 82%, segundo pesquisa Invamer.

Candidato a presidência da Colombia, Fico Gutiérrez, durante evento nas ruas de Armenia — Foto: Juan BARRETO / AFP

Candidato mais novo da eleição, com 48 anos, Frederico Gutiérrez é nascido e criado em Medellín. Ele começou a carreira política por lá mesmo, conquistando um posto de vereador em 2004. Foi reeleito e ficou no cargo até 2011.

Isso fez com que tivesse uma maior proximidade com seu partido “Movimiento Creemos Colombia” na corrida pela candidatura. A expectativa de Fico e do partido é que ele avance ao segundo turno.

Com essa alta aprovação local, Gutiérrez tende a ser o candidato preferido da região de Medellín..

Segundo uma pesquisa do Centro Nacional de Consultoria para a revista Semana, em Medellín, Fico é o candidato com maior intenção de voto: 40%, a frente de Petró (20%) e Fajardo (12%).

Candidato presidencial colombiano Federico Gutiérrez durante ato de campanha em Bogotá — Foto: Luisa Gonzalez/REUTERS

Por outro lado, as demais partes do país não o conhecem tão bem. Analistas políticos julgam que essa é uma oportunidade para que ele construa uma imagem a partir do zero para esse eleitorado.

Política para ‘minorias’

Durante discurso em Bogotá, capital do país, Gutiérrez se reuniu com líderes de movimentos considerados minorias políticas.

Candidato a presidência da Colômbia, Fico Gutiérrez, em encontro com líderes de movimentos “minoritários” — Foto: Reprodução/Twitter/@FicoGutierrez

O candidato a presidência tentou deixar claro seu apoio às mulheres, às pessoas negras e por aqueles que são parte da comunidade LGBTQIA+.

Ele disse que, se eleito, irá focar em garantir formação, emprego, aumentar o acesso à saúde e também investirá no sistema de denúncias visando ajudar esses grupos minoritários.

Formado em engenharia civil, Fico expõe nas suas propostas que pretende internacionalizar a economia colombiana, abrindo mais oportunidade para o dinheiro de outros países. Gutiérrez disse que pretende derrubar algumas barreiras existentes ao livre comércio internacional.

Apoiadores do político colombiano Fico Gutiérrez em Armenia — Foto: Juan BARRETO / AFP

Com isso, ele garantiu que pretende baixar o nível de pobreza e aumentar o PIB em 5%.

Entretanto, criticou a produção de cocaína no país ao falar com a agência de notícias AFP.

Durante a conversa, Gutiérrez disse estar preocupado que a Colômbia esteja “nadando em coca” – a matéria-prima da cocaína – e prometeu um “Estado forte” contra as máfias.

O candidato da direita conservadora disse recentemente que continuará apoiando a entrada de estrangeiros no país.

Falando especificamente sobre venezuelanos ele garantiu que será generoso com seus vizinhos, já que eles são vítimas de um sistema que, segundo ele, não garante os direitos humanos.

Posicionamento nos debates

Fico Gutiérrez, candidato a presidência da Colômbia, durante evento partidário em Chia — Foto: Luisa Gonzalez/REUTERS

Durante este mês alguns debates estão acontecendo nos meios de comunicação colombianos. Gutiérrez tem tomado uma posição cautelosa.

Ao ouvir posições de seus concorrentes, diz que pretende unir tudo que há de melhor nas propostas, menos aquelas vindas de partidos de esquerda, já que essas, segundo ele, são ameaças ao país.

Gustavo Petro em campanha pela presidência da Colômbia em 2022 — Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez

Seu principal candidato rival é Gustavo Petró, concorrente pela esquerda.

A maioria das críticas a uma possível eleição de Gutiérrez são referentes à sua experiência política e suas atitudes. Algumas pessoas o consideram despreparado para o cargo e o comparam com Ivan Dúque, eleito em 2017 e atual presidente do país.

Gutiérrez é o candidato indicado por Álvaro Uribe, ex-presidente colombiano, assim como foi Ivan Dúque em 2017.

O ex-presidente e atual senador colombiano Álvaro Uribe fala a jornalistas após sessão privada na Suprema Corte de Justiça, em Bogotá, em 8 de outubro de 2019 — Foto: Reuters/Luisa Gonzalez

Sergio Fajardo, um de seus concorrentes, o acusou de apenas ser um contraponto à esquerda e não ter planos bem traçados.

“Eles podem inventar, podem encobrir de um lado, de outro, mas a Colômbia não pode continuar no caminho que está por vir. Ele é a versão 2022 do Uribe”

Gutiérrez “tenta ser uma versão 2.0 de Uribe”, nascido na mesma cidade, com personalidade de “cumprimentar a todos pelo nome, gerando empatia”, explica Andrés Ávila, cientista político da Universidade Javeriana, à AFP.

E embora Fico se defina como antípodas de Petro, ele não consegue “estabelecer um bom ponto de diferenciação e é muito difícil decifrar” seu discurso além do “respeito à propriedade privada” e à segurança, segundo o especialista.

Para a oposição, elegê-lo ao cargo de presidente seria manter as dinâmicas do governo de Duque, que acumula impopularidade.



Fonte G1