Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Putin fala com Macron e Scholz e promete solução para grãos

 Putin fala com Macron e Scholz e promete solução para grãos


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, conversou neste sábado (28) com o mandatário da França, Emmanuel Macron, e com o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, e disse estar pronto para encontrar soluções para desbloquear a exportação de grãos da Ucrânia.
    Atualmente, cerca de 22 milhões de toneladas de grãos estão armazenadas em silos ucranianos e não podem ser transportadas a outros países devido ao bloqueio naval imposto pela Rússia no Mar Negro, situação que ameaça provocar uma crise alimentar de proporções globais.
    Segundo o Kremlin, Putin disse que está “pronto para ajudar a encontrar opções para a exportação sem entraves de grãos, incluindo as exportações de grãos ucranianos pelos portos no Mar Negro”.
    “O aumento da oferta de fertilizantes e produtos agrícolas russos também vai ajudar a reduzir a tensão no mercado global de alimentos, o que, obviamente, exigiria a remoção das sanções”, acrescenta um comunicado do governo russo.
    Por meio de uma nota, o Palácio do Eliseu confirmou o teor da conversa divulgado pelo Kremlin e a promessa de Putin de criar um acesso de navios ao Porto de Odessa, o principal da Ucrânia, “para a exportação de cereais”.
    Segundo o jornal espanhol El País, a União Europeia cogita inclusive instituir uma missão naval para escoltar navios de grãos no Mar Negro, que está repleto de minas e é patrulhado por embarcações militares e submarinos russos.
    A Rússia alega que a crise alimentar já estava em curso por causa dos efeitos globais da pandemia de Covid-19 e piorou com as sanções ocidentais contra o regime de Vladimir Putin em função da guerra na Ucrânia.
    As potências do Ocidente, no entanto, acusam Moscou de usar o bloqueio à exportação de grãos ucranianos como arma de guerra.
    Durante a conversa deste sábado, Scholz e Macron pediram para Putin estabelecer “negociações diretas e sérias” com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, que insiste para ter uma conversa cara a cara com o líder russo.
    “A pergunta não é o que eu quero negociar com ele [Putin], a questão é que não tem ninguém mais com quem negociar. Ele construiu um Estado em que ninguém decide nada. Portanto, não importa o que diga o ministro das Relações Exteriores, não importa se ele manda uma delegação para falar conosco. Essa gente não é ninguém, infelizmente”, disse Zelensky à emissora holandesa Nieuwsuur. .
   



Fonte: Terra