Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Comércio do DF espera alta de 24% nas vendas do Dia dos Namorados – Notícias

 Comércio do DF espera alta de 24% nas vendas do Dia dos Namorados – Notícias



O mês de junho começou trazendo uma expectativa de aumento de 24,4% nas vendas do comércio para o Dia dos Namorados, comemorado no próximo dia 12. O crescimento em relação ao mesmo período do ano passado é estimado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF).


De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio-DF, José Aparecido Freire, o cenário atual é mais favorável do que aquele que se apresentava no mesmo período de 2021. “Antes [da fase mais crítica da pandemia] os empresários não podiam se programar e as pessoas não se sentiam completamente seguras para circular. Com a vacinação avançada e o fim das medidas restritivas, podemos perceber um retorno à normalidade”, avalia Aparecido.


LEIA TAMBÉM: Comércio espera aumento nas vendas no período de festas juninas


O levantamento também detectou um salto na expectativa positiva dos lojistas, já que 70,3% dos entrevistados acham que as vendas serão melhores do que as no ano passado, quando o mesmo índice registrou 39,40%. Apenas 0,6% acreditam que a data será ruim para o comércio.


Para o superintendente de um centro de compras, Francisco Neto, a expectativa para as vendas é positiva. “Acreditamos que com as ações que planejamos para o incremento do fluxo para essa data, poderemos alcançar até 20% de crescimento em relação ao ano anterior”, avalia o gestor do Brasil Center Shopping, que conta com mais de 500 lojas.



A pesquisa da Fecomércio destaca que, neste ano, o Dia dos Namorados cairá em um domingo, “o que faz com que o dia preferido para ir às compras seja o sábado (40,39%), no período da noite (44,86%)”. Os produtos apontados como preferidos para presentear neste ano são roupas/acessórios (25,21%), cosméticos/perfumes (20,36%), calçados/acessórios (14,54%) e flores/cestas (11,22%).


Ticket médio


De acordo com a Fecomércio, o valor do ticket médio de compra por parte dos consumidores aumentou 84,56%, passando de R$ 114,45 para R$ 211,23. “Os homens pretendem gastar cerca de 14,83% a mais que as mulheres. Enquanto o ticket médio masculino é de R$ 223,55, o feminino alcançou R$ 194,68”, aponta o instituto.


Por parte dos lojistas, a expectativa é a de que o ticket médio quase dobre de valor este ano: de R$ 138,16 para R$ 268,92, numa variação positiva de 94,64%.


“A data vai ser, com toda certeza, um momento super importante para aquecer as vendas, reorganizar os negócios e até mesmo como prospecções para futuros investimentos. Acreditamos que aos poucos vamos nos adequando ao novo normal e em breve nosso varejo estará como nunca”, acredita Francisco Neto.



Fonte: R7

AllEscortAllEscort