Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Lima Duarte deu 1º beijo gay masculino na TV há 59 anos

 Lima Duarte deu 1º beijo gay masculino na TV há 59 anos





Lima diz ter orgulho de ter dado 1º beijo gay na TV

Lima diz ter orgulho de ter dado 1º beijo gay na TV

Foto: Reproduções

Na noite de 8 de abril de 1963, a TV Tupi exibiu o teleteatro ‘Panorama com Vista para a Ponte’, adaptado da peça homônima do escritor americano Arthur Miller, um dos maridos de Marilyn Monroe.

Com 33 anos na época, Lima Duarte interpretou um pai de família com obsessão pela filha de criação. Irritado com o interesse da jovem por um rapaz, o estivador tenta provar a suspeita de que o namorado dela é homossexual.

Em uma cena dramática, o personagem de Lima dá um beijo violento na boca do moço, interpretado por Cláudio Marzo, que tinha 23 anos e faleceu em 2015. O conflito lembra outra peça, ‘Beijo no Asfalto’, do mestre Nelson Rodrigues.

Quando foi ao ar, o beijo entre Lima e Marzo não chocou o público. “Estava inserido no contexto do roteiro”, explicou o veterano, hoje com 92 anos, em entrevista à TV Gazeta de SP.

Entrou para a história como o primeiro beijo gay entre dois homens na teledramaturgia brasileira. O primeiro beijo na boca entre mulheres – na verdade, um selinho – ocorreu com poucos dias de diferença, no teleteatro ‘Calúnia’, também na TV Tupi, entre as atrizes Vida Alves (1928-2017) e Georgia Gomide (1937-2011).

Por falar em beijo…

Repercutiu mal o veto – se preferir, chame de censura – da Globo ao beijo na boca entre os participantes Matheus e Lucas de ‘No Limite’. O momento de intimidade não foi exibido na TV.



Beijo de Matheus e Lucas foi fora de episódio de ‘No Limite’

Beijo de Matheus e Lucas foi fora de episódio de ‘No Limite’

Foto: Reprodução/Internet

Após contestação da imprensa e barulho nas redes sociais, a emissora liberou a cena em seu portal de notícias. O remendo não amenizou a decepção com o canal que em junho de 2021 produziu o excelente especial ‘Falas de Orgulho’, em celebração à diversidade de gênero e sexual.

A polêmica no reality show de sobrevivência não poderia ter acontecido em pior momento: dias antes do início do mês dedicado à comunidade LGBTQIAP+.

Causou estranhamento porque a Globo é a TV aberta mais progressista do País. Suas novelas e séries frequentemente apresentam personagens gays, lésbicas, bissexuais e transexuais.

Desde a declaração de amor entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) em ‘Amor à Vida’ (2013/2014), acreditava-se que beijos entre pessoas do mesmo sexo haviam deixado de ser tabu na emissora.



Fonte: Terra

AllEscortAllEscort