Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Caged 2022: impulsionada pelo comércio, Uberaba registra saldo positivo de emprego em abril; alta é a 3ª seguida | Concursos-e-Emprego

 Caged 2022: impulsionada pelo comércio, Uberaba registra saldo positivo de emprego em abril; alta é a 3ª seguida | Concursos-e-Emprego


Pelo 3º mês seguido, Uberaba registrou saldo positivo na geração de empregos, com 859 novas vagas em abril de 2022, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado na segunda-feira (6) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

No 4º mês do ano, o município registrou 4.529 contratações e 3.670 demissões. O setor com melhor desempenho foi o de comércio, com 379 vagas abertas.

O Ministério do Trabalho e Previdência também atualizou os números de 2022. Veja abaixo. Conforme o Governo Federal, os dados informados consideram apenas os trabalhadores com carteira assinada, ou seja, não inclui os informais.

De acordo com o Caged, o resultado positivo em Uberaba foi impulsionado por todos os setores, que registraram saldo positivo em abril.

Saldo dos setores em abril

Setor Admissões Demissões Saldo
Comércio 1.858 1.479 379
Construção 931 632 299
Serviços 1.090 966 124
Indústria 211 177 34
Agropecuária 439 416 23
Total 4.529 3.670 859

Assim como em meses anteriores, os dados do Caged nos meses que passaram são atualizados. Assim, o Ministério do Trabalho e Previdência atualizou os dados de janeiro e fevereiro.

A atualização ocorre porque as informações são coletadas diretamente com as empresas, que fazem alterações dos dados ao longo do ano.

Confira na lista abaixo os números atualizados de cada mês:

Ainda conforme o Caged, Uberaba registrou 13.149 contratações e 11.648 demissões nos três primeiros meses de 2022. O saldo acumulado no ano é de 1.501 vagas de emprego abertas.

Criação de empregos formais em Uberaba em 2022

Saldo registrado em 2022

Fonte: Ministério do Trabalho

Segundo a publicação, o Brasil gerou 196,9 mil empregos com carteira assinada em abril deste ano. De acordo com o Governo, esse é o resultado da diferença entre 1,85 milhão de contratações e 1,66 milhão de demissões registrados naquele mês. Houve melhora em relação ao verificado no mesmo mês do ano passado, quando foram abertos 89,5 mil empregos.

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados consideram apenas os trabalhadores com carteira assinada, ou seja, não inclui os informais.

Assim, não podem ser comparados com os números do desemprego divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), coletados por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (Pnad).

Os números do Caged são coletados das empresas e abarcam o setor privado com carteira assinada, enquanto que os dados da Pnad são obtidos por meio de pesquisa domiciliar e abrangem também o setor informal da economia.

VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas



Fonte G1

AllEscortAllEscort