Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Criança arremessada de brinquedo em Alegre está na UTI; parque tinha alvará dos Bombeiros – Cidades

 Criança arremessada de brinquedo em Alegre está na UTI; parque tinha alvará dos Bombeiros – Cidades


Foto: Divulgação Notaer

Brinquedo “Twister” 

Após acidente ocorrido neste domingo (06), em que duas crianças foram arremessadas de um brinquedo instalado no parque de diversões do município de Alegre, no Sul do Estado, a mais nova delas, de 9 anos de idade, segue internada em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Vitória. 

Já a criança de 10 anos recebeu alta da unidade hospitalar do município e já se encontra em casa, em repouso. Apesar do ocorrido, segundo informações do Corpo de Bombeiros, o parque contava com alvará de funcionamento.

Segundo apuração da TV Vitória/Record TV, o prefeito da cidade, Nirrô Emerich, esteve, nesta segunda-feira (07), no hospital em que a criança segue internada. 

Por telefone, ele conversou com a mãe da menina, uma professora da rede municipal de educação, que contou que a criança está com um coágulo no cérebro. Apesar disso, está lúcida.

“A criança está estável. Conta com um coágulo no cérebro, mas está medicada. Na UTI estão avaliando a possibilidade do coágulo reduzir em 48h”, afirmou a autoridade. 

Também segundo ele, toda a documentação exigida por lei foi apresentada pelo proprietário do parque de diversões, motivo que levou à liberação do funcionamento.

Entenda o caso

Foto: Divulgação Notaer

As crianças estiveram em uma festividade no Parque de Exposição da cidade neste domingo (06). As duas foram arremessadas do brinquedo conhecido como “Twister” e, de acordo com a Polícia Militar, a trava de segurança soltou e as duas meninas, de 9 e 10 anos, foram jogadas para fora do brinquedo. 

Elas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhadas inicialmente para o pronto-socorro da cidade.

Segundo a PM, estava sendo realizado um patrulhamento de rotina, quando então foi percebida uma movimentação estranha. Os agentes se aproximaram e testemunhas contaram que as crianças haviam sido lançadas do brinquedo quando ele atingiu a altura máxima. No local, os policiais acharam a cadeira que as meninas estavam e também a trave que prende a cadeira à estrutura.

As testemunhas ainda contaram que vários brinquedos do parque apresentaram problemas e que o carrossel, por exemplo, partiu ao meio com várias crianças embarcadas.

Também no dia do acidente, policiais que atenderam a ocorrência no Twister conversaram com o operador de brinquedos, o qual afirmou que as checagens de segurança foram feitas. O colaborador, bem como o dono do parque, foram levados à Delegacia de Alegre para prestar esclarecimentos. Em seguida, no entanto, foram liberados. Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos.

O que diz o Corpo de Bombeiros

À reportagem da TV Vitória, o Corpo de Bombeiros Militar informou que o parque atendeu às normas de prevenção contra incêndio e pânico vigentes e que, por isso, tem alvará da corporação para funcionamento. O órgão informou também que a fiscalização dos equipamentos não é de competência da corporação.

Em contato com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-ES), foi informado que a entidade estará no local ainda na tarde desta terça-feira (07).



Fonte: R7

AllEscortAllEscort