Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Mortara elogia corrida “estratégica” da Venturi em Jacarta: “Perfeitamente executada”

 Mortara elogia corrida “estratégica” da Venturi em Jacarta: “Perfeitamente executada”





Mortara chegou a mais um pódio em 2022 e segue na briga

Mortara chegou a mais um pódio em 2022 e segue na briga

Foto: Fórmula E / Grande Prêmio

BRASILEIROS DA FÓRMULA E BUSCAM RUMO PARA 2023 COM EQUIPES EM MUDANÇA

Edoardo Mortara conseguiu ganhar uma posição ao longo da disputa do eP de Jacarta, no último sábado (4), o suficiente para que o piloto da Venturi terminasse mais uma corrida no pódio. Atrás apenas do vencedor Mitch Evans e do segundo colocado Jean-Èric Vergne, o suíço permanece na briga pelo título da categoria — que vai se afunilando na reta final da temporada.

Após a disputa, Mortara celebrou o trabalho feito pela Venturi tanto na classificação quanto na corrida, com bons resultados em ambas. Apesar de ter conquistado sua primeira pole na Fórmula E este ano, Edoardo demonstra alto nível nas voltas rápidas e tem conseguido sempre se colocar entre os ponteiros. Em Jacarta, não foi diferente.

“Sim, correu tudo bem. Foi um dia positivo para nós”, celebrou Mortara. “A classificação foi boa, começamos em quarto, conseguimos tirar o máximo do carro tanto na classificação quanto na corrida e fizemos uma corrida inteligente e estratégica”, salientou.

Edoardo Mortara ficou com o vice no ano passado e busca encerrar escrita com título em 2022 (Foto: Venturi)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Já na reta final da corrida, enquanto Evans fazia de tudo para segurar as investidas de Vergne, era possível ver que Mortara possuía um pouco mais de energia na bateria do que os concorrentes à frente. O suíço apenas esperou uma disputa que o beneficiasse, mas ela não aconteceu e ele preferiu garantir os 15 pontos pelo terceiro lugar.

“Eu tinha um pouco mais de energia no final do que os dois líderes à minha frente que estavam lutando”, admitiu o companheiro de Lucas Di Grassi. “Mas não pude aproveitar isso e achei inteligente ficar onde estava para conquistar os pontos do pódio”, revelou.

Por fim, informado que chegou à bandeirada com a bateria completamente zerada, Mortara destacou que o objetivo dos pilotos é justamente gerenciar a carga de maneira inteligente, de modo a ter bateria para ser competitivo durante a corrida mas chegar no final com energia para cruzar a linha de chegada.

“Esse é o objetivo. Na Fórmula E, precisamos, como você disse, extrair toda a energia da bateria”, afirmou. “No final, você quer teminar com 0,0%. E também precisa gerenciar perfeitamente a temperatura da bateria. Começamos a perder desempenho na bateria a 72 graus e chegamos a esse limite. Então, foi uma corrida perfeitamente executada”, encerrou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.



Fonte: Terra

AllEscortAllEscort