Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Com três a menos, São Paulo vence a Universidad Católica pelas oitavas da Copa Sul-Americana – Esportes

 Com três a menos, São Paulo vence a Universidad Católica pelas oitavas da Copa Sul-Americana – Esportes



O São Paulo enfrentou a Universidad Católica em partida válida pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Pelo placar de 4 a 2, o time venceu com gols de Reinaldo, Luciano (duas vezes) e Calleri. Zampedri e Valencia descontaram para os adversários.


Com o resultado, o Tricolor vai com a vantagem para a partida de volta, que acontece no dia 7 de julho, às 21h30 (de Brasília), no estádio do Morumbi. A dor de cabeça para o técnico Rogério Ceni será montar um time sem Rodrigo Nestor, Igor Vinícius e Calleri, expulsos na partia no Chile.


Agora, as equipes voltam suas atenções para os jogos dos campeonatos locais. A Católica enfrenta o Coquimbo Unido no próximo domingo (3), às 18h30 (de Brasília). Já o São Paulo visita o Atlético-GO, também no domingo (3), mas às 16h (de Brasília).






O jogo


O primeiro tempo foi de domínio do São Paulo, que não sentiu a pressão de estar jogando fora de casa e aplicou uma goleada ainda no primeiro tempo. Desde os primeiros minutos, a equipe brasileira manteve a pressão e logo aos 14’, Calleri foi derrubado dentro da área por González. O árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Reinaldo balançou as redes e correu para o abraço.


O Tricolor seguiu pressionando e levando perigo ao gol da Católica. Por outro lado, a defesa do São Paulo ia cumprindo seu papel, e Diego e Miranda iam controlando bem esse setor do campo.


Aos 27’, Jandrei fez um lançamento longo e encontrou Calleri, que dominou e avançou. Isla, que atualmente defende a Católica, roubou a bola e tentou deixar com o goleiro, mas o lateral falhou feio e presenteou o camisa 9 do São Paulo, que apenas tocou para Luciano marcar o segundo do Tricolor.


Ainda dava tempo de mais, e aos 38’, Luciano, novamente, marcou um golaço. O camisa 11 passou por dois marcadores do adversário e finalizou perfeitamente na saída do goleiro da Católica, marcando o terceiro para o Tricolor.


Já o segundo tempo começou com mais pressão dos donos da casa. Assim que a bola rolou, a Católica passou a pressionar bastante e deu certo. No primeiro minuto de jogo, Zampedri recebeu passe e só empurrou para o fundo das redes, diminuindo a diferença.


Aos 4’, Igor Vinícius fez falta e levou o segundo cartão amarelo da partida, sendo expulso de campo e deixando o São Paulo com um a menos. O gol e o homem a mais deu gás para a Católica, que passou a pressionar bastante.


Apesar disso, foi o São Paulo que ampliou. Aos 17’, Patrick deu uma caneta no jogador da Católica e cruzou para o fundo. Igor Gomes ajeitou para Calleri de letra, e o camisa 9 mandou no ângulo, sem chances para Pérez.


A partida que estava encaminhada para o São Paulo no primeiro tempo, ficou complicada.  Aos 26′, Rodrigo Nestor recebeu cartão vermelho direto por pisar na perna do adversário. Depois, Valencia diminuiu, mas o árbitro assinalou mão de Zampedri no início da jogada. No lance seguinte, o camisa 30 não desperdiçou e marcou o segundo para a Católica.


E o que parecia difícil, piorou quando aos 41’, Calleri recebeu o segundo cartão amarelo e também foi expulso de campo. Era a terceira expulsão do São Paulo no jogo.


Com apenas oito atletas em campo, o São Paulo precisou segurar a vantagem e evitar que a Católica ampliasse o placar. Os chilenos pressionavam da maneira que podiam, entretanto sem sucesso. Mesmo com três a menos, o Tricolor venceu por 4 a 2.


FICHA TÉCNICA
São Paulo 4 x 2 Universidad Católica
Local: Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile
Data e hora: quinta-feira (30), às 18h (de Brasília)
Árbitro: Christian Ferreyra (URU)
Assistentes: Richard Trindad e Andres Nieves (URU)
VAR: Leodan Gonzáles (URU)


Cartões amarelos: Daniel González (Universidad Católica), Igor Vinícius, Calleri, André Anderson, Reinaldo, Luciano e Pablo Maia (São Paulo)


Cartões vermelho: Igor Vinícius, Rodrigo Nestor e Calleri (São Paulo)


Gols: Reinaldo aos 14’/1T, Luciano aos 27’/1T e aos 38’/1T, Calleri aos 17’/2T (São Paulo); Zampedri aos 1’/2T e Valencia aos 40’/2T (Universidad Católica)


UNIVERSIDAD CATÓLICA: Sebastián Pérez; Asta-Buruaga, Daniel González, Cuevas (Orellana) e Isla; Aued (Tapia), Marcelino Núñez, Saavedra (Felipe Gutiérrez) e Parot; Fuenzalida (Valencia) e Zampedri. Técnico: Ariel Holan.


SÃO PAULO: Jandrei; Diego, Miranda e Leo; Igor Vinícius, Gabriel (Pablo Maia), Igor Gomes, Rodrigo Nesto e Reinaldo (Luizão); Calleri e Luciano (Patrick). Técnico: Rogério Ceni.


20 anos depois: saiba por onde andam os jogadores da seleção pentacampeã mundial




Fonte: R7