Alternativa 104

Candiba Bahia
0:14
  • cover
    Alternativa 104

Resumo do dia: Paraná, quinta-feira, 4 de agosto de 2022 | Paraná

 Resumo do dia: Paraná, quinta-feira, 4 de agosto de 2022 | Paraná


Confira o resumo de algumas das principais reportagens e as mais acessadas pelos leitores do g1 PR, nesta quinta-feira (4).

Policial bolsonarista que matou tesoureiro do PT deve deixar hospital e ir para a prisão; Justiça negou domiciliar

A Justiça do Paraná negou pedido de prisão domiciliar e determinou nesta quinta-feira (4) a transferência do policial bolsonarista Jorge Guaranho, que matou o tesoureiro do PT Marcelo Arruda, para Complexo Médico Penal assim que receber alta do hospital.

A decisão é do juiz Gustavo Germano Francisco Arguello, da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

O bolsonarista está internado desde 10 de julho. A previsão é de que ele receba alta do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu, nesta sexta-feira (5). O juiz se manifestou após a defesa de Guaranho pedir o relaxamento da prisão preventiva, decretada dois dias após o crime.

Guaranho foi indiciado por homicídio duplamente qualificado (agravado) por motivo torpe — Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Corpo do presidente de torcida organizada do Paraná Clube é velado

Presidente da torcida Fúria Independente, Mauro Machado Urbim — Foto: Divulgação/Torcida Fúria Independente

O corpo de Mauro Machado Urbim, presidente da torcida Fúria Independente, do Paraná Clube, foi sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), nesta quinta-feira (4).

Ele morreu na noite segunda-feira (1º). De acordo com testemunhas, Mauro foi pisoteado por um cavalo da Polícia Militar no intervalo do jogo entre Paraná Clube e FC Cascavel, pela série D do Campeonato Brasileiro, no sábado (30).

Deputado estadual Delegado Jacovós diz que leva arma para votações na CCJ: ‘Pessoal fica com medo e aprova tudo’

Deputado estadual Delegado Jacovós diz que leva arma para votações na CCJ

Deputado estadual Delegado Jacovós diz que leva arma para votações na CCJ

O deputado estadual Delegado Jacovós, do Partido Liberal (PL), afirmou que leva uma arma ponto 40 para votações na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

“(…) passar tudo na Comissão de Justiça, que lá eu levo uma [arma] ponto 40, o pessoal fica com medo e aprova tudo”, disse Jacovós.

Gaeco mira grupos suspeitos de fraudarem documentos para tomar posse de bens de organização criminosa rival

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) está fazendo uma operação contra dois grupos suspeitos de fraudarem documentos para tomar posse de bens de uma organização criminosa rival, na manhã desta quinta-feira (4). Ordens judiciais são cumpridas no Paraná, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Ao todo, os agentes estão cumprindo 10 mandados de prisão temporária e 26 de busca e apreensão, no âmbito da Operação Fauda, que significa “caos”.

As investigações são comandadas pelo Gaeco de Londrina, no norte do Paraná. Conforme o Ministério Público do Paraná (MP-PR), o grupo criminoso movimentou R$ 4 milhões.

Gaeco cumpre mandados no PR, MS, SP e GO — Foto: Ministério Público do Paraná

VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR

Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.



Fonte G1